Na partida entre Ajax Morphos x Udinese pela semifinal da Divisão Especial

do Jocol, na terça (28) faltou pênalti (ou até mesmo pênaltis) a serem

cobrados.

Ficou então estabelecido pela FME que o restante das cobranças seriam

realizadas nesta quinta (30) as 19h no estádio Municipal.

O pênalti que seria cobrado pelo jogador Dutra, pela sequência

das cobranças, foi feito sem a presença do goleiro adversário

(Japa) do Udinese.

Isso porque, como relata o árbitro Charles Neves, não haviam atletas

do Udinese neste horário para restabelecer as cobranças.

O árbitro deu por encerrado o ato e teve simbólicamente a cobrança

do jogador Dutra.

Logo após, chegaram atletas do Udinese para realizarem as cobranças.

Desta vez, os atletas do Ajax já encaminhados para o vestiário no

portão de saída, não aceitaram voltar ao campo pois já havia

vencido o horário, conforme o que confirmaram os mesmos.

A direção do Udinese, através do seu representante Mikimba,

comentou em áudio a imprensa que:

as 18:50h ele estava no fundo do estádio aguardando a

abertura dos vestiários e seus atletas (seis ao total incluindo

o goleiro Japa) também encontravam-se na arquibancada

do estádio.

Essas foram as conclusões do árbitro, da direção do Ajax e

da direção do Udinese.

Com isso, até o momento, está confirmada a classificação do

Ajax Morphos na decisão contra o Ipiranga/Vila Maria no

sábado (2) as 17h no estádio municipal.

 

 

Compartilhar