Ao som de “Canta Catarina”, bailarinos pilchados entraram na quadra do Ginásio
Jones Minosso, em Lages, nesta sexta-feira, 3, para a abertura da 57ª edição dos
Jogos Abertos de Santa Catarina mostrando a cultura e a tradição típica lageana.
Em uma cerimônia emocionante, a Fundação Cultural de Lages contou com mais
de 500 bailarinos e coral, além das atletas Andréia dos Santos, a Maycon, e
Amanda Lyssa no evento de abertura. 
Com a arquibancada lotada, a plateia viveu momentos de emoção na abertura
que durou duas horas, recheada de homenagens. “A partir de hoje, nossos atletas
vão vivenciar momentos que ficarão na história. Que todos respeitem as regras
dos jogos e busquem as vitórias porque no esporte só perde quem não participa.
No esporte somos todos vencedores”, enfatizou o prefeito Antônio Ceron. 
Um dos momentos mais esperados pelos atletas, a entrada das delegações, foi
realizada de forma única: os atletas das 95 delegações entraram juntos,
reforçando o espírito da 57ª edição, Somos Todos Vencedores. 
Pelo telão, o público acompanhou a trajetória do fogo simbólico da Catedral até
o Jones Minosso, pelas mãos de personalidades do esporte catarinense e brasileiro.
A atleta olímpica lageana Andreia Santos entrou com a tocha no ginásio e
acendeu a pira dos Jasc 2017, causando forte emoção no público. “Não tem
explicação a sensação. De tudo que eu já fiz, este é um dos momentos mais
marcantes. Voltei a Lages e vim incentivar e ajudar a tirar nossas
crianças da rua”, comentou. 
O juramento também ficou a cargo de outra atleta lageana. O momento em que os
atletas se comprometem com a lealdade, disciplina e respeito foi conduzido pela
campeã da Copa do Brasil de Futsal e eleita maior jogadora da modalidade do
mundo, Amanda Lyssa de Oliveira Crisóstomo. 
O paratleta Antônio Clodoaldo de Souza Chaves também recebeu homenagem.
Falecido no último domingo, 29 de outubro, Caio, como era conhecido, foi atleta
da Associação Serrana de Deficientes Físicos de Lages e participou da maioria
das edições de Parajasc. Quebrou vários recordes e trouxe para a Serra
uma centena de medalhas. 
A abertura dos Jogos Abertos foi oficializada pelo secretário de Estado de Turismo,
Cultura e Esporte, Leonel Pavan, acompanhado do prefeito Antônio Ceron, do
presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Junior, o Vadinho, e o vice-prefeito
e presidente da Comissão Central Organizadora (CCO), Juliano Polese. 
Família unida assiste ao show 
Moradora de Lages, Janaína Cristina dos Santos, se diz uma apaixonada pelo esporte.
“Eu vim assistir à abertura porque eu amo isto. Eu amo o esporte, adoro ver os
atletas ganhando medalhas”, contou. 
Acompanhada de dois dos filhos, um de 16 e outra apenas de 2 anos,
Janaína foi para assistir à filha, de 10 anos, que cantou na cerimônia.
“Os Jasc deixam um legado para meus filhos. Eu lembro da edição de 2002,
quando levei meu mais velho, ainda pequeno para assistir. Aquilo marcou
a infância dele e hoje ele está aqui de novo”, lembrou. 
Janaína ama Lages, sua cidade. Encantada com o espetáculo, ela destacou que
Lages é realmente acolhedora e sempre recebe todo mundo de braços abertos
e que, desta vez, não seria diferente. 
Cerimônia de abertura contou com mais de 500 integrantes 
As apresentações começaram com o cantor Eder Goulart, Barbicacho Dança Show
os CTGs, Anita Garibaldi, Barbicacho Colorado, Garrão de Potro, Planalto Lageano
, além dos bailarinos, alunos da Escola de Artes e do Projeto Lages Melhor.
Os hinos, nacional, do Estado e do município foram entoados pelo Coral
Infantil da Escola de Artes da Fundação Cultural de Lages, sob a gerência
de Heloisa Helena Rodrigues e Rodrigo Oliveira. 
Compartilhar